Orientador Para TCC: Como Escolher Bem O seu!

Para alguns estudantes escolher um orientador para TCC pode ser tão complexo quanto desenvolver o próprio trabalho.

Isto porque em muitas unidades de ensino o processo de orientação para trabalhos acadêmicos agrega diversos ruídos desnecessários que só complicam a vida dos estudantes.

Já para outro grupo de estudantes que tem acesso a um processo mais enxuto de escolha de orientação de tcc esta etapa pode parecer tão simples quanto definir uma área afim de estudo para o trabalho.

Este artigo vai abordar características para ambos os grupos. Então, independentemente de você se encontrar em qualquer uma das classes já citadas provavelmente você aprenderá como identificar rapidamente um bom orientador para TCC.

A Importância de Escolher um Bom Orientador Para TCC

Escolher uma boa orientação para o seu TCC é demasiadamente importante para que você possa desenvolver um trabalho de acordo com as suas perspectivas.

Muitos TCC’s são simplesmente frustrados apenas pelo fato de a orientação não condizer com as perspectivas do aluno. Isto implica em uma bola de neve de desmotivação do trabalho que muitas vezes causa até problemas sérios de saúde.

O processo de escolha de orientação muitas vezes é confundido tanto pelo aluno quanto pelo orientador.

O que mais acontece são alunos pensando que orientadores devem ser seus “amigos íntimos” e orientadores fazendo alunos de cobaias científicas. Quando estas duas classes se encontram em um só aí sim temos a disfunção perfeita do que é uma orientação para trabalho acadêmico.

O aluno deve encarar o orientador não como um confidente ou um monitor pessoal. Deve encara-lo como apenas mais uma etapa do processo acadêmico que deve, obrigatoriamente, ser levado em consideração, e a sério.

Escolher um bom orientador para TCC não é uma tarefa difícil se o ambiente e os personagens que fazem parte desse ambiente não estiverem distorcidos ou com algum viés.

Por este motivo estamos aqui para te mostrar não apenas como escolher um bom orientador para tcc, mas também como sair das furadas que é escolher um orientador ruim.

As Três Etapas Para Escolher um Bom Orientador Para TCC

É impressionante como as pessoas tem a capacidade de embaralhar as coisas que são naturalmente complicadas.

O TCC por sí só não é algo simples de construir. Exige do aluno todo um esforço direcional para se conseguir realizar um projeto excelente.

Por este motivo dizemos sempre, É TCC? SIMPLIFIQUE!

Para ajudar a você descomplicar esta etapa iremos abordar a escolha de um bom orientador de tcc em três etapas simples e de alto impacto nos seus resultados.

As referidas etapas são a identificação da área na qual o estudante tem mais afinidade, a identificação do perfil do estudante e do orientador e por último, o ajuste de orientação.

Esses três passos vão literalmente evitar que você consiga arrumar um problema para algo que deve ser simplificado ao máximo.

A identificação da área afim é algo natural e para a grande massa de estudantes e não exige muito esforço.

Mas se você é um daqueles indecisos que terminam o curso sem até mesmo saber em que área quer atuar faça um esforço adiantado para não fazer do seu TCC mais um trabalho inútil.

Identificar uma área afim é parte indispensável do processo, já que você deve lembrar-se sempre de que o TCC É SEU E NÃO DO ORIENTADOR.

Portanto, saber a área já elimina o viés da “amizade colorida” com um orientador X ou Y. TCC não é uma conversa entre amigos, é um trabalho acadêmico que exige muito do aluno.

Depois de identificar a área de estudos que você vai desenvolver seu trabalho (o que provavelmente é algo natural no decorrer do curso).

para escolher um bom orientador de tcc é necessário identificar o seu perfil e o perfil do orientador, nesta ordem.

Identificar o seu perfil é um processo muito pessoal que cada estudante deve ter uma noção mínima de como fazer. Esta etapa está diretamente relacionada com a etapa da identificação da área afim.

O seu perfil de pesquisa, de escrita, de desenvolvimento e de objetivos devem ser conhecidos. Isto porque é muito importante o seu perfil ser no mínimo parecido com o perfil do orientador.

Lembre-se de que estamos falando de um TCC. Não confunda perfil social ou algo do tipo, é o seu perfil acadêmico que está em jogo, então é ele que deve ser desenhado para que fique alinhado ao projeto.

Já o perfil do orientador é muito simples de descobrir. Vou resumir três maneiras simples, porém eficazes de fazer isso.

Mas antes disso lembre-se de algo muuuuuuuito importante, NÃO EXISTE ORIENTADOR PERFEITO!

A primeira e mais importante opção é perguntar aos alunos nos quais os orientadores já trabalharam. Desse modo você vai ter um feed boca a boca muito real do orientador e de como ele é como orientador de tcc.

A segunda maneira é analisando os trabalhos já feitos sob a orientação de determinado orientador de tcc.

Fazendo isso você vai filtrar a essência desse indivíduo como orientador. Para isso basta analisar ao menos 10 TCC’s feitos sob a orientação desse indivíduo durante três anos consecutivos.

Se não encontrar um tcc pode ser também ser um artigo acadêmico ou um projeto de extensão. O que importa é você observar como aquele orientador se comporta frente ao desenvolvimento de um projeto de pesquisa.

A terceira e mais diversificada das táticas de identificar o perfil do orientador é ter uma conversa com ele obre como pode ser feita esta orientação.

Nesta conversa seja o mais sincero possível para não haver possíveis ruídos relacionados ao seu tcc no futuro.

Na conversa tente identificar pontos decisivos que podem ou não ajudar você a desenvolver o seu trabalho.

Mas lembre-se de que é importante ter esta conversa com o orientador de tcc apenas quando já tiver identificado o seu campo de pesquisa e o seu perfil e o perfil do orientador.

Você deve ter a conversa munido de informações e convicto do que você quer. Caso contrário você pode cair no “canto da sereia” das monografias.

Depois de identificado o seu campo de atuação e o seu perfil e o perfil do orientador, ou dos possíveis candidatos, é hora de ajustar a orientação e ditar o ritmo da coisa.

No tcc ou você dita o ritmo ou o orientador ou qualquer outra distração vai literalmente “engolir” você. Mas fique calmo, A CULPA VAI SER SERMPE SUA!

Pois é, orientadores acreditam que são DEUSES, portanto, suas palavras valem-se como uma verdade inconvertível.

A chave para pular esta cilada é chegar municiado de informações e objetivos. Você vai ver que estamos sempre falando nisso aqui no TCC Na Prática.

Sempre tocamos neste assunto porque, ou você faz o TCC ou o TCC vai lhe fazer. E, amigo, não se deixe levar pela segunda opção, esta é a estrada para a desgovernança estrutural de projeto.

Coloque as cartas na mesa e mostre-se disposto a criar o trabalho. Inclua datas SEMPRE! Ou o seu trabalho vai ser dilacerado. Como o trabalho é seu você é quem dita o ritmo.

Não faça como a maioria dos estudantes que simplesmente jogam a carga do trabalho na mão dos orientadores.

Quando se encontra um orientador que Faz Tudo ainda é bom. Mas quando se pega um triturador você vai ser moído e a desorientação é certa.

Utilize o cronograma de TCC para mostrar ao orientador que tem prazos para as etapas. Acredite, se você se mostrar alinhado desde o início você literalmente joga a pressão para cima do orientador, e não o contrário.

O ajuste da orientação é algo contínuo que exige vigilância e monitoramento. Pondere as tarefas para não começar a 1000Km/ e terminar se rastejando.

Mantenha a constância e faça o que tem que ser feito.

Também é importante lembrar

Se você quer desenvolver o seu tcc com um orientador que é colega seu ou no qual você admira muito saiba que isso não tem nenhum problema desde que a relação orientador e orientando seja a mais técnica possível.

O grande problema dessa relação íntima é que muitas vezes há uma grande confusão nos objetivos de um e de outro e no final quase sempre o aluno se pega fazendo o que o orientador quer.

Este problema de “comer na mão” do orientador é mais frequente do que se imagina.

Fuja dessa cilada para não fazer o seu trabalho virar o trabalho do orientador!

Portanto,

Conseguir um bom orientador para TCC não é algo de outro mundo. Exceto quando não há opções viáveis em sua universidade.

Mas na maioria dos casos o processo é muito parecido e necessita apenas compreensão e visão por parte do aluno.

Se você tem dificuldades com o seu orientador ou ainda não encontrou o orientador de TCC ideal para o seu trabalho você pode encontra a solução para o seu problema AQUI.

Nós também estamos disponíveis para conversar com você sobre orientação, mande a sua dúvida através dos comentários ou envie um e-mail através da nossa página de contato aqui.

Sobre o Autor

Grupo TCC Na Prática
Grupo TCC Na Prática

Projeto voltado para ajudar graduandos a desenvolverem o seu TCC mais rápio e com mais qualidade. Já Impulsionamos mais de 150 TCCs desde 2018. Junte-se a nós e garanta o seu TCC Nota 10!

0 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Este site utiliza Cookies e Tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência. Ao utilizar nosso site você concorda que está de acordo com a nossa Política de Privacidade.